OMS: Peste se espalhou para Madagascar

OMS: Peste se espalhou para Madagascar

Praga: OMS teme que a doença se espalhe para Madagascar
22.11.2014

Segundo um relatório da OMS, o Ministério da Saúde de Madagascar relatou o surto da praga. A primeira vítima "já estava doente no final de agosto e morreu no início de setembro". O número de vítimas aumentou para 40 em meados de novembro. Segundo a OMS, o número de doenças foi "119 casos neste momento".

Dezesseis distritos em sete regiões são afetados, incluindo a capital Antananarivo. Agora, devido à alta densidade populacional e ao mau sistema de saúde, existe o medo de que a doença se espalhe rapidamente na capital. A situação é agravada pelo desenvolvimento de resistência à deltametrina, um inseticida usado para combater moscas que transmitem doenças.

Resposta à saúde Em resposta ao surto, o governo de Madagascar criou uma força-tarefa que, com a ajuda da OMS, o Instituto Pasteur de Madagascar e a Cruz Vermelha, desenvolveu uma estratégia para controlar o surto. Graças a uma doação de US $ 200.000, um projeto de ajuda foi lançado. A OMS fornece conhecimento e equipe. Também foram tomadas medidas para controlar e prevenir a praga nas regiões afetadas. Roupas de proteção, inseticidas e antibióticos foram fornecidos.

Antecedentes A peste é uma doença bacteriana que afeta principalmente roedores selvagens e é transmitida por moscas. As pessoas que são picadas pelas moscas ficam com furúnculos típicos da praga. "Se os patógenos atingem os pulmões do paciente, há uma praga pulmonar, que pode ser transmitida de pessoa para pessoa por infecção por gotículas". A peste pneumônica é uma das doenças infecciosas mais perigosas e a infecção pode levar à morte em 24 horas. A mortalidade depende do tempo do tratamento, mas é alta em qualquer caso.

Recomendações da OMS Atualmente, a OMS não recomenda restrições de viagem ou comércio. No entanto, ela aconselha "tomar medidas de precaução em conurbações". sb)

Imagem: Sebastian Karkus / pixelio.de

Informação do autor e fonte



Vídeo: PESTE NEGRA 2020 - Novos Casos na CHINA e MONGÓLIA Foram Confirmados Para Peste Bubonica